Seat nega fim da Alhambra

Marca espanhola vai manter a produção do monovolume da Autoeuropa

0 aos 100 30/03/2020 Noticias

A Seat garantiu que a produção da Alhambra vai continuar, contrariando a informação inicialmente dada pelo importador britânico de que a marca espanhola deixaria de produzir o monovolume da Autoeuropa até ao final do mês.

Em comunicado, a Seat lembra que “o Alhambra é um modelo que tem tido muito sucesso desde o início e apresenta um elevado volume de vendas, bem como uma elevada contribuição financeira".

O fabricante espanhol diz ainda que em 2019 vendeu “23.700 unidades do Seat Alhambra”, o que significou um “aumento de 6,3%” face a 2018 "num segmento MPV em diminuição".

Portanto, refere a Seat que, "não há motivo, no momento, para parar de produzir este modelo", sem deixar, no entanto, de sublinhar que está dependente de terceiros: "Somos realistas e o seu futuro estará ligado ao Volkswagen Sharan, com o qual partilha a plataforma".

Veja ainda:

Sobre a notícia de que o Seat Alhambra iria deixar de ser produzido, algo que começou por ser anunciado pelo importador da Seat no Reino Unido, a marca espanhola esclarece que, “independentemente da decisão da sede, os mercados podem decidir se querem continuar a vendê-la ou não” e que, “a este respeito, a Seat UK decidiu parar de vender o Seat Alhambra no Reino Unido”.

Em Portugal, o Alhambra está disponível exclusivamente com o motor 2.0 TDi de 150cv e preços a partir dos 49.740 euros.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Mazda3 1.8 Skyactiv-D 116cv Evolve: Direto ao topo
Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'