Bancos vão suspender crédito do carro por seis meses

Caixa Geral de Depósitos, Santander, BPI e Crédito Agrícola estão a ir além do que foi decretado pelo Governo

0 aos 100 30/03/2020 Noticias

Além das moratórias no crédito à habitação, alguns bancos portugueses estão também a dar mesma possibilidade no crédito automóvel, avança o “Jornal de Notícias” esta segunda-feira. A Caixa Geral de Depósitos, o Santander, o BPI e o Crédito Agrícola estão a ir além do que foi decretado pelo Governo – a obrigação de seis meses de moratória.

Segundo o “JN”, a Caixa Geral de Depósitos (CGD) foi a primeira a avançar com a disponibilização da moratória no crédito à habitação; agora, também anunciou a extensão aos contratos de crédito ao consumo.

A CGD decidiu tomar um conjunto de medidas, entre as quais a “avaliação de potencial carência de capital até seis meses para crédito à habitação e crédito pessoal, mediante pedido do cliente e em condições de simplicidade de acesso.”

Veja ainda:

O BPI resolveu lançar um “novo pacote de medidas” para as famílias e empresas disponibilizando “moratórias no crédito à habitação, pessoal e automóvel” por seis meses.

O Crédito Agrícola, por sua vez. é a única instituição financeira que, tanto no crédito à habitação como no do consumo, se disponibiliza a oferecer uma moratória de um ano contra os seis meses da lei que entra hoje em vigor.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Mazda3 1.8 Skyactiv-D 116cv Evolve: Direto ao topo
Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'