Reino Unido pede aos fabricantes de automóveis para produzirem ventiladores

Plano para suprir a exigência de um número elevado de aparelhos de suporte de vida, decorrente da pandemia do Covid-19.

0 aos 100 17/03/2020 Noticias

O Governo do Reino Unido estará a sensibilizar os fabricantes de automóveis como a Ford, Jaguar-Land Rover ou Honda para adaptarem as suas linhas de montagem para a produção de ventiladores, para suprir a exigência de um número elevado destes aparelhos de suporte de vida, decorrente da pandemia do Covid-19.

Algumas marcas, como a Ford, já responderam positivamente ao pedido do executivo britânico: "Queremos ajudar no que pudermos para enfrentar a situação atual [pandemia]. Fomos abordados sobre esse assunto específico e estamos em conversações neste momento", disse um porta-voz do fabricante norte-americano.

"Fomos contatados pelo governo [britânico] sobre a viabilidade de a Honda apoiar no fabrico de ventiladores adicionais", disse, por seu lado, um porta-voz da Honda.

A Toyota admitiu que estaria "mais do que disponível" para analisar o assunto, embora ainda não tenha sido abordada.

As grandes incógnitas são se empresas do setor automóvel terão dispostas a converter algumas das suas linhas de montagem para fabricar ventiladores, se possuem o conhecimento necessário para fabricá-los, e se podem obter rapidamente os componentes necessários à produção.

Ainda assim, se todos os intervenientes neste processo ainda em fase embrionária se alinharem, levará semanas até que a produção arranque.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva
Ao volante do Hyundai Kauai Hybrid. Inteligência funcional