Sabe quais os itens que os portugueses mais esquecem no Uber?

É à sexta-feira e ao sábado que os utilizadores portugueses mais se esquecem dos seus pertences. Saiba quais os pertences mais esquecidos

0 aos 100 12/03/2020 Noticias

A Uber partilhou o seu relatório de perdidos e achados global e, apesar de Portugal não ter lugar no top 10 de países europeus mais esquecidos, tem uma lista de pertences deixados no banco de trás do Uber que vale a pena revelar.

No que diz respeito aos esquecimentos após uma viagem, a área da tecnologia é a que tem maior destaque, sendo que entre os itens mais esquecidos estão smartphones, câmaras fotográficas, headphones, computadores portáteis e tablets. Já no que diz respeito a outros tipo de pertences, destaque para chaves de casa, carteiras, óculos, passaportes, livros e peças de roupa.

É à sexta-feira e ao sábado que os utilizadores portugueses mais se esquecem dos seus pertences e, de acordo com a Uber, à segunda e sexta-feira é quando mais nos esquecemos dos óculos; à terça e quinta-feira dos headphones, à quarta-feira das chaves de casa; e ao sábado e domingo do smartphone.

Mas, no que depender da Uber, nenhum item fica perdido. Para o recuperar, basta que o utilizador:

Entre na aplicação e aceda ao Menu (ícone de três linhas) no canto superior esquerdo

Clique em «As suas Viagens» e selecione a viagem em que perdeu o artigo

Clique em «Perdi um Artigo» e «Contactar o Motorista por Causa de um Artigo Perdido»

Insira o número de telemóvel para o qual gostaria de ser contactado (em caso de perda do smartphone, pode adicionar o contacto de um amigo)

Depois disso, o utilizador será contactado pelo motorista e poderá agendar a recolha do artigo perdido. Caso o contacto não seja imediato, o utilizador poderá deixar uma mensagem de voz a descrever o sucedido. 

Top 10 de países europeus que mais se esquecem de itens no Uber:

  • Itália
  • Noruega
  • Espanha
  • Suécia
  • Suíça
  • Finlândia
  • República Checa
  • Grécia
  • Bélgica
  • Áustria

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente
Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva