FIA admite adiar mais corridas

Alerta surge a menos de uma semana do arranque do Mundial de Fórmula 1

0 aos 100 09/03/2020 Desporto

A Federação Internacional do Automóvel assegurou hoje, em comunicado, que está a acompanhar "de perto a epidemia de coronavírus" e que "adotará as medidas que sejam necessárias" para proteger o automobilismo e o público.

Numa declaração publicada na página oficial do organismo que superintende o automobilismo mundial, a FIA garante que "está a seguir a evolução da situação com os seus clubes membros e as autoridades competentes, incluindo os governos e a OMS [Organização Mundial de Saúde]".

Veja ainda:

Para além disso, a FIA assegura que "avaliará as próximas corridas do calendário e, se necessário, adotará as medidas necessárias para proteger o automobilismo e o público em geral".

Este alerta surge a menos de uma semana do arranque do Mundial de Fórmula 1 (no domingo, na Austrália) e depois de já terem sido cancelados os E-Prix (corridas do Mundial de Fórmula E, para carros elétricos) de Sanya, na China, e Roma, em Itália, um campeonato liderado pelo português António Félix da Costa (DS).

A epidemia de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 3.800 mortos.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Mazda3 1.8 Skyactiv-D 116cv Evolve: Direto ao topo
Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'