Pagani Huayra Imola, o sucessor do Zonda Revolución

Nova criação de Horácio Pagani custa 5 milhões e já está esgotado

0 aos 100 15/02/2020 Noticias

A Pagani decidiu “soltar as amarras” do Huayra com uma edição de pista para os mais exigentes (e endinheirados...), o Imola. Apenas 5 unidades serão fabricadas deste sucessor do Zonda Revolución, um superdesportivo que permite ao Huayra desafiar a concorrência (Aston Martin Vulcan, McLaren Senna, etc) com base no desempenho aprimorado, uma aerodinâmica profundamente revista e uma eficiência nunca vista antes para uso em circuitos.

A principal carta de apresentação do Huayra Imola é ter um programa de desenvolvimento extremo que incluiu nada menos que 16.000 km de testes no circuito de Imola, para alcançar um desempenho referência face ao Huayra ou Zonda.

O primeiro ponto em que a Pagani se concentrou foi a redução de peso, alcançando uma meta de 1.246 kg. Todos os componentes foram revistos, utilizando uma monocoque reforçada em fibra de carbono e titânio, até 770 novas peças forjadas ou fabricadas pela CNC e até uma nova pintura Acquarello Light', que segundo a marca permitiu reduzir o peso da tinta em 5 kg, mantendo contudo inalterados o tipo de cores e o seu brilho.

A aerodinâmica foi outro ponto crucial, integrando um novo kit de carroçaria, onde se destaca a entrada de ar superior, a enorme asa traseira ou os inúmeros apêndices acrescentados um pouco por toda a carroçaria.

Veja ainda:

Na mecânica, o motor 6.0 V12 Twin-Turbo de origem Mercedes-AMG foi revisto para debitar 838cv e 1.100 Nm. A transmissão XTrac foi igualmente revista para oferecer passagens mais rápidas entre as suas 7 relações.

O resto das melhorias passou por um novo equipamento de travagem de alto desempenho, novas suspensões adaptáveis ​​e novos pneus Pirelli desenvolvidos especificamente para o Huayra Imola.

Todos os 5 Imola que serão produzidos já estão vendidos, por um valor unitário (antes de impostos) de 5 milhões de euros. Falamos, portanto, da criação mais exclusiva já feita por Horácio Pagani, com apresentação oficial agendada para o próximo Salão de Genebra, em março.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva
DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente