Esta é a imagem que mostra por que é que nunca deve viajar com os pés no tablier

Tem por hábito viajar com as pernas esticadas e os pés em cima do tablier, quando segue no lugar do passageiro? Veja este exemplo das consequências em caso de acidente

0 aos 100 09/02/2020 Noticias

Uma radiografia partilhada pelo sargento Dyfed Powys da Polícia de Gales, no Reino Unido, mostra as devastadoras consequências do que pode acontecer a quem costuma viajar com as pernas esticadas e os pés em cima do tablier, quando segue no lugar do pendura, em caso de acidente. O objetivo da partilha é alertar para as consequências desta prática.

A imagem, de resto, é muito gráfica: mostra o fêmur e a pélvis quebrados de uma jovem mulher e com o resto do quadril significativamente deslocado, provavelmente causado pelo disparo do airbag na colisão.

A imagem foi divulgada com o objetivo de alertar as consciências, especialmente para quem adota este tipo de práticas. “Aqui está um raio-x de ferimentos horríveis no passageiro do banco da frente que estava com os pés no tablier no momento de uma colisão. Se vir o passageiro a fazer isto, pare o carro e mostre-lhe isto”, sugere o sargento.

As reações não se fizeram esperar e algumas das pessoas que comentaram a publicação admitiram que descansar com os pés no tablier é algo que costumam fazer, mas que vão deixar de o fazer.

Veja ainda:

Às pessoas que têm por hábito viajar com os pés sobre o tablier, importa recordar que, por exemplo, os airbags, quando acionados, disparam a velocidades que vão dos 161 aos 354 km/h, o que pode causar facilmente lesões irreversíveis.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Mazda3 1.8 Skyactiv-D 116cv Evolve: Direto ao topo
Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'