A rotunda do futuro pode não ser circular e esta é a prova que funciona

Novo formato resolve interseções imperfeitas e perigosas, além de melhorar a fluidez do trânsito

0 aos 100 26/01/2020 Noticias

Quando pensa em rotundas, pensa numa única figura: um círculo. Ele será de diâmetro maior ou menor e contará até várias faixas direcionais (como as turborotundas), mas sempre um percurso circular ou pelo menos oval que dê pouco espaço à imaginação. Até agora. Na cidade francesa de Nozay, foi criada uma rotunda muito peculiar, uma vez que o desenho tem a forma de um “amendoim”.

Os autores desta “rotunda amendoim” argumentam que desta forma consegue ligar-se estradas que não estão alinhadas, evitando-se assim acessos que podem ser perigosos. Além disso, dizem que o desenho convida os condutores a reduzir a velocidade.

Veja ainda:

Como as estradas não chegaram a um ponto exato, a solução para uma série de cruzamentos perigosos foi criar uma rotunda alongada com a qual o fluxo de tráfego também é beneficiado.

O desenho (e funcionamento) tem tido resultados muitos positivos, como refere o responsável da localidade, e já está nos planos a criação de uma segunda rotunda em Rouans.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva
DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente