Queixou-se dos radares e conseguiu a anulação de 16.000 multas

Erro no posicionamento do radar obriga a 'Dirección General de Tráfico' (DGT) a devolver mais de um milhão de euros em multas

0 aos 100 19/01/2020 Curiosidades

Este é um exemplo de perseverança e de seriedade. Um condutor espanhol conseguiu anular cerca de 16 mil multas por infrações de trânsito. Como? Samuel Morán conseguiu provar que um radar estava incorretamente localizado e o caso acabou com a devolução de mais de um milhão de euros aos condutores afetados.

O caso aconteceu em Espanha e envolveu um radar colocado à saída do tunel Ángel Uriel, na autovía A-66 (Gijón-Sevilla) ao quilómetro 30.253, também conhecido como o túnel da “Bolgachina”.

"Pelo ângulo em que o radar estava, a sensação que tínhamos era de que quando ultrapassavamos o sinal de fim de proibições, o limite passava de 90 para os 120 km/h, o que não acontecia”, explicou o engenheiro espanhol, em declarações ao LaSexta.com.

Samuel diz que tudo começou em 2017, quando recebeu a primeira multa, e só foi anulada "depois de um ano de idas à DGT": "Deram-me razão, efetivamente o veículo foi fotografado depois do sinal de fim de proibições”.

Veja ainda:

Tudo parecia resolvido até ao ano passado, quando recebeu "duas multas consecutivas": "Com o cansaço que tive em 2017, além de recorrer, coloquei na comunicação social e parece que havia muitos condutores que foram multados naquele momento e nas mesmas condições irregulares que eu estava."

A “Dirección General de Tráfico” acabou por dar-lhe razão e decidiu alterar a localização do radar e anular as 16 mil multas que foram incorretamente “passadas”, um valor que supera um milhão de euros. Além disso, todos os condutores penalizados terão os pontos perdidos devolvidos.

A decisão deu ainda origem a um pedido de desculpas formal por parte da DGT. “Lamentamos os transtornos que possam ter sido causados aos condutores afetados", referiu o organismo, insistindo que para eles a credibilidade dos sistemas utilizados é um "pilar fundamental" para a política do controlo de velocidade.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Mazda3 1.8 Skyactiv-D 116cv Evolve: Direto ao topo
Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'