Renault Captur híbrido Plug-in tem 160cv e autonomia para 50 km em modo elétrico

Eletrificação chega ao SUV compacto, agora na sua segunda geração. Chega em maio

0 aos 100 09/01/2020 Noticias

A versão híbrida Plug-in do Renault Captur, denominada "E-TECH Plug-in", chega em maio com 160 cv e uma bateria de 9.8 kWh (400V) para oferecer até 50 quilómetros em modo elétrico, a uma velocidade máxima de 135 km/h em ciclo misto (WLTP), e 65 quilómetros em ciclo urbano (WLTP City).

O motor a gasolina, um 1.6 atmosférico, funciona com conjunto com dois motores elétricos e uma caixa de velocidades sem embraiagem. Um dos motores elétricos é do tipo HSG (High-Voltage Starter Generator) e serve como motor de arranque e gerador, o outro será utilizado para circular em modo 100 por cento elétrico.

Veja ainda:

Segundo a Renault, o Captur E-Tech Plug-in consome, em ciclo WLTP, em média, 1,5 litros de gasolina por 100 km (primeiros 100 km) com emissões de CO2 de 32 g/km.

Por fora, o Captur E-TECH Plug-in vai distinguir-se dos demais pelos logotipos ‘E-Tech Plug-in Hybrid’ colocados no portão traseiro e no pilar central. O depósito de combustível está agora colocado no lado esquerdo do automóvel; e o bocal de carregamento elétrico com luzes indicadoras do estado de carregamento; azul (a carregar), verde (carregado), laranja (em espera), vermelho (sem carregar) está do lado direito.

O próximo modelo a receber a tecenologia "E-TECH plug-in" será o Mégane, enquanto o Clio vai contar com uma solução mais simples, apenas híbrida.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva
DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente