Motor M50d da BMW poderá desaparecer em 2020

Motor diesel de quatro turbos deverá deixar de ser fabricado no próximo verão

0 aos 100 28/12/2019 Noticias

Foi o V10 a gasolina do M5, depois o V8 do M3, agora deverá ser a vez do motor de seis cilindros em linha com quatro turbos Diesel das versões M50d desaparecer do catálogo.

O motor é utilizado nas versões de topo a gasóleo do Série 5, Série 7, X5, X6 e X7, mas, segundo o Bimmer Today, este motor deverá deixar de ser fabricado no próximo verão.

Veja ainda:

As razões para a decisão da marca de munique estarão na complexidade do motor e os elevados de custos de produção deste bloco (conhecido internamente por B57D30S0). A mesma fonte adianta que a BMW optará por descontinuar este motor primeiro nas berlinas e só depois nos SUV.

Na sua última evolução, este motor, que pertence à família B57D30 de seis cilindros Diesel, debita 400 cv e 760 Nm. Na carrinha M550d, por exemplo, permite-lhe acelerar dos 0 aos 100 km/h em escassos 4,4 segundos.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva
DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente