Condutores 'lentos' causam cada vez mais acidentes graves

No Reino Unido, quem conduz muito abaixo do limite de velocidade pode ser multado

0 aos 100 22/12/2019 Noticias

Estatísticas da sinistralidade rodoviária no Reino Unido revelaram que o número de pessoas mortas ou gravemente feridas em acidentes causados por condutores considerado “lentos” tem vindo a aumentar significativamente nos últimos tempos.

Segundo o Daily Star, o Departamento de Transportes revelou que, no ano passado, 26 pessoas ficaram gravemente feridas e duas morreram em acidentes nos quais as autoridades concluíram que a condução demasiado lenta foi uma das causas ou mesmo a causa principal da ocorrência. Outras 132 pessoas sofreram ferimentos leves em acidentes atribuídos a condutores “lentos”.

Relacionadas:

No estudo, é entendido que aqueles que conduzem bem abaixo dos limites de velocidade geralmente dão origem a ultrapassagens de risco, congestionamentos, e condução agressiva (ou de raiva).

No Reino Unido, quem conduz muito abaixo do limite de velocidade pode ser multado em £ 100 (cerca de 118 euros) e três pontos de penalização na carta de condução.

"Não estou nem um pouco surpreso com essas estatísticas preocupantes", disse Hugh Bladon, membro fundador da Alliance of British Drivers. “Conduzir muito devagar é basicamente egoísta e absolutamente estúpido, e é uma receita para o desastre. Defendo há muito tempo que guiar muito lentamente enerva e impacienta os outros condutores e pode levá-los a tentar uma manobra de ultrapassagem mal calculada, que é a coisa mais perigosa que se pode fazer nas estradas."

“Os limites mínimos de velocidade são um problema, assim como as pessoas que conduzem devagar. A maioria porque não se sentem seguras e confiantes nas suas aptidões para conduzir ou receiam os outros condutores”, acrescentou Bladon.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Mazda3 1.8 Skyactiv-D 116cv Evolve: Direto ao topo
Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'