Mercedes vai ter híbrido diesel de 315cv

Construtor alemão não desiste dos híbridos a gasóleo. Substituto do C 300h será Plug-in

Miguel Costa 28/12/2017 Noticias

Numa altura em que o diesel parece na mira de governos e (alguns) consumidores, a Mercedes-Benz vai contra a corrente, e vai continuar a apostar na solução híbrida-diesel. Em 2018 sugirá o sucessor do C300h (não confundir com o C350e, Plug-in a gasolina), com 315cv.

A nova motorização, que poderá manter a designação C300h (antes C300 BLUETEC Hybrid), destinar-se-à a uma gama de modelos que irá desde o Classe C ao Classe S e qualquer tipo de carroçaria, e terá por base o motor 2.0 de quatro cilindros OM 654 de 194cv, para já apenas disponível no Classe E.

A este bloco será associado um motor elétrico com 122cv, que acoplado à transmissão automática de nove velocidades 9G-Tronic permitirá uma potência combinada de 315cv e mais de 700 Nm.

Relacionadas:

Em comparação com o atual C300h, o motor eléctrico deixa de estar ligado directamente à transmissão, mas através de um conversor de binário, que conta com um amortecedor para reduzir as vibrações do motor diesel em conjunto com um outro localizado entre o próprio bloco e a transmissão.

O motor eléctrico, de resto, é o mesmo que o utilizado nos híbridos com motores a gasolina – onde rende 90 kW- mas foi completamente redesenhado para aumentar a sua potência para 122cv e um binário máximo imediato de 440 Nm, contando ainda com refrigeração própria.

Este novo motor elétrico também faz de gerador, alimentando uma nova bateria de iões de lítio, que oferece uma capacidade de 13,5 kWh graças a uma nova composição química das células da bateria de modo que a autonomia em modo completamente elétrico alcance os 50 km.

Comparado com a anterior bateria, também a capacidade de carga aumentou, uma vez que dobrou de 3,6 kW para 7,2 kW, com o fabricante alemão a estimar que possa ser carregada por compleo em menos de duas horas numa tomada de 400V ou em sete horas numa tomada doméstica de 220V.

Atualmente só a Mercedes-Benz e a Volvo (V60 D6 Plug-in Hybrid e XC90 T8) contam com motorizações híbridas a gasóleo (Peugeot 508 Hybrid4 e Citroen DS5 Hybrid4 já não são produzidas).

Deixe o seu comentário