Jaguar I-Pace ganha autonomia. Passa a ter 518 km

Melhorias surgiram durante o desenvolvimento do I-Pace eTrophy, o modelo de competição baseado no SUV

0 aos 100 08/12/2019 Noticias

A Jaguar aumentou a autonomia do seu primeiro elétrico, o I-Pace, em 8 por cento, passando a ter 518 km de autonomia (ciclo WLTP).

Este aumento resulta de uma nova programação da gestão de energia, que permitirá elevar a distância que pode percorrer com a carga da bateria (com uma capacidade de 90 kWh) para 518 km, um incremento de 38 km.

Segundo a Jaguar, as melhorias de software surgiram durante o desenvolvimento do Jaguar I-Pace eTrophy, o modelo de competição baseado no SUV. “Alterações na distribuição de binário no sistema 4×4 permanente tornarão o I-Pace mais eficiente em modo de condução Eco. Em simultâneo, o sistema de gestão térmico leva as alhetas activas que controlam a entrada de ar para o radiador a fecharem mais frequentemente, o que melhora a aerodinâmica e, com ela, a autonomia”, justifica o construtor.

“A análise aos dados recolhidos em veículos de série, em condições reais de circulação, levaram-nos a recalibrar o sistema de regeneração de energia, produzindo menos energia quando a bateria está quase cheia e menos quando está quase vazia”, avançam os técnicos da Jaguar.

A atualização, contudo, terá de ser feita através de uma visita a um concessionário oficial. No processo, está incluído um novo arranjo gráfico no painel de instrumentos, que irá melhorar como a informação é apresentada.

A bateria de iões de lítio com 90 kW oferece 400cv e pode ser carregada de 0 a 80 por cento em 40 minutos com um carregador rápido de corrente contínua com 100 kW, o qual pode garantir 100 km de autonomia em 15 minutos. Em casa, com um carregador de parede de corrente alterna com 7 kW, pode garantir o mesmo estado de carga em 10 horas.

Quanto a performances, a Jaguar anuncia uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em escassos 4,8 segundos e uma velocidade máxima de 200 km/h.

Em Portugal, o I-Pace está disponível a partir dos 81.700 euros.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva
DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente