Híbrido ou elétrico? Porsche quer sucessor para o 918 Spyder mas não sabe que motor usar

A única certeza é que tem um motor V6 de Fórmula 1 totalmente pronto à espera de conhecer o seu destino

0 aos 100 26/11/2019 Noticias

Os engenheiros da Porsche enfrentam um curioso dilema e está relacionado com um novo superdesportivo, sucessor do 918 Spyder e nomeadamente sobre a sua mecânica: novamente híbrida Plug-in ou arriscar e dar o salto para o “puramente” elétrico?

O dilema não é exclusivo da Porsche, uma vez que, com a rápida evolução da tecnologia elétrica, ambas as configurações oferecem grandes vantagens e desvantagens. Além disso, a Porsche evita um terceiro problema: um motor V6 de Fórmula 1 totalmente pronto que espera conhecer o seu destino.

O abandono do programa LMP1 e o seu compromisso com a Fórmula E aponta para uma solução 100 por cento elétrica, mas as exigências em termos de desempenho e peso podem pesar a favor da solução híbrida.

Por esta razão, o motor V6 híbrido desenvolvido para um eventual programa na Fórmula 1 podia servir de base para replicar a ideia da Mercedes-AMG com o One, um F1 para a estrada.

De lembrar que o motor V10 utilizado pelo Carrera GT foi inicialmente desenvolvido para um automóvel de competição e que acabou a ser utilizado num modelo de estrada.

Veja ainda:

Resumidamente, a Porsche enfrenta agora uma difícil decisão sobre que direção seguir, sendo os dois projetos extremamente interessantes e ambiciosos. Por outro lado, a solução híbrida com um V6 para a F1 pode servir de despedida para o motor de combustão.

Escolha difícil, sem dúvida, mas e se o leitor pudesse escolher, qual seria a sua aposta no próximo hipercarro da Porsche?

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'
Teste ao Usado: BMW 520d Touring. Elegância é isto!