A maldição do elétrico Premium: Porsche Taycan 'copia' Tesla e Audi, e adia primeiras entregas

Problemas no complexo processo de produção atrasam a produção do Taycan

0 aos 100 21/11/2019 Noticias

Os atrasos no lançamento ou nas primeiras entregas de carros elétricos Premium começa a tornar-se tendência. Foi o caso do Tesla Model 3 (devido a problemas vários na produção), o Audi e-tron (problemas de software) e até o Jaguar I-PACE. Agora é o Porsche Taycan a sofrer de atrasos no arranque de comercialização.

Agendada para começar em maneiro, a produção das primeiras unidades será atrasada entre 8 e 10 semanas. Pelo menos para já. A razão? Um contratempo no complexo processo de produção do Taycan.

A informação foi tornada pública pelo grupo do Facebook Porsche Taycan Group, que se baseou aparentemente num email enviado pela própria Porsche a um comprador norueguês, que encomendou o Taycan e esperava recebê-lo em Janeiro.

“O Taycan é o nosso primeiro desportivo totalmente elétrico. O carro é desenvolvido a partir do zero e fabricado numa nova fábrica. Todos os funcionários da Porsche trabalharam com toda a pressão para começar a entregar o Taycan em janeiro conforme programado. Mesmo assim, como resultado da enorme complexidade em torno da sua produção, devemos informar que, infelizmente, as datas de entrega atrasaram um pouco”, pode ler-se no comunicado que um cliente recebeu da Porsche.

“Atualmente, esperamos um atraso de cerca de oito a dez semanas, e uma nova data de produção do seu carro será comunicado ao vendedor assim que possível. Pedimos desculpa e garantimos que faremos o possível para entregar o seu Porsche Taycan o mais rápido possível”, é ainda referido.

Atualmente, a gama Taycan compreende quatro versões. O Taycan 4S Performance é o modelo de acesso, por 110.128 euros, com dois motores, um em cada eixo, para uma potência máxima de 530cv e está associado a uma bateria de 79,2 kWh. Segue-se o Taycan 4S Performance Plus, com 571 cv e uma bateria de 93,4 kWh.

Veja ainda:

No topo da gama, encontramos o Taycan Turbo (670cv), a partir de 158.221 euros, e o Turbo S (750cv e 1.050 Nm), a partir de 192.661 euros. Nos dois casos, a bateria é 93,4 kWh.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'
Teste ao Usado. Mercedes-Benz CLA Shooting Brake 180d AMG: Fazer tudo bem não é para todos...