Range Rover já pode ser ligado à tomada

Consegue percorrer até 51 km em modo elétrico e carrega numa tomada convencional em 2h45. Chega no início de 2018.

Miguel Costa 04/10/2017 Noticias

A renovação da gama Range Rover traz uma inédita  versão híbrida plug-in P400e, que conta com um motor Ingenium 2.0 de quatro cilindros a gasolina a funcionar em conjunto com um motor elétrico, alimentado por um conjunto de baterias de iões de lítio de 13,1 kWh de capacidade. Chega no início de 2018.

O sistema debita um total de 404 cv e 640 Nm de binário máximo. Anuncia acelerações de 0 a 100 km/h em 6,9 segundos e uma velocidade máxima de 220 km/h. Consegue percorrer até 51 km em modo elétrico e carrega numa tomada convencional em 2h45.

Possui dois modos de condução: Parallel Hybrid (que permite otimizar a carga da bateria ou o consumo de combustível) e EV. A colocação das baterias contribuiu para a redução do espaço na mala de 780 para 703 litros.

No âmbito da atualização, a versão desportiva SVR foi alvo de um pequeno incremento de potência no motor V8 5.0 Supercharged que passa a debitar 575 cv (mais 25 cv), o que lhe permite uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 4,5 segundos. Esta versão utiliza mais fibra de carbono face ao modelo atual. 

De resto, há mudanças no interior e exterior. Visualmente, destaque para o novo para-choques dianteiro, grelha redesenhada e faróis Matrix Pixel LED. Por dentro, há um novo sistema de infotainment Touch Pro Duo com dois ecrãs de 10 polegadas, novas tomadas e uma Active Key que permite prescindir da convencional chave para abrir e fechar o carro.

Deixe o seu comentário