Fim de ciclo: Smart agora só elétricos

Atualização para uma gama onde agora não entram motores a gasolina ou a gasóleo

0 aos 100 08/09/2019 Noticias

A Smart apresentou a atualização do Fortwo e Forfour, que agora passam a chamar-se EQ ForTwo e EQ ForFour e tornam-se exclusivamente elétricos. A Smart assume-se agora como "o único construtor generalista dedicado exclusivamente a carros elétricos".

"A smart é o primeiro fabricante de automóveis do mundo a abandonar os motores de combustão interna e a adotar propulsores elétricos em toda a sua gama de modelos", refere a Smart em comunicado.

A atualização traz uma grelha mais baixa e maior, enquanto na traseira há novos farolins. Os faróis full-LED redesenhados são opcionais e existem novas combinações de cores à disposição. Por dentro, a consola conta agora com um compartimento em frente ao condutor, para o smartphone ou dois suportes amovíveis para copos.

Veja ainda:

O motor continua a ser a unidade de 82 cv e 160 Nm, a mesma que a Renault utiliza nas versões base dos antigos Zoe, sendo por sua vez alimentado por uma bateria com apenas 17,6 kWh, o que assegura uma autonomia no Fortwo de 147 a 159 km (e de 140 a 153 km no Forfour).

A Smart anuncia uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 11,6 segundos no Fortwo, 11,9 seg. no Cabrio e 12,7 no Forfour. A velocidade máxima é de 130 km/h.

Carrega numa tomada doméstica em pouco mais de 3h30 numa tomada doméstica. Com um cabo opcional de 22 kW consegue encher de 10 a 80% das baterias em menos de 40 minutos.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'
Teste ao Usado: BMW 520d Touring. Elegância é isto!