6 em cada 10 Porsche Panamera são híbridos

Números superam largamente as expectativas

Miguel Costa 11/12/2017 Noticias

É ou sinal (ou confirmação) que o futuro será elétrico. Cerca de 60 por cento dos Porsche Panamera entregues na Europa estão equipados com motorização híbrida, uma percentagem que chega aos 90 por cento em alguns mercados.

É o caso da Noruega ou da Bélgica, onde ultrapassa mesmo os 90 por cento. Em França é de 70 por cento, Áustria 80 por cento e Finlandia de 85 por cento. 

Os números superam largamente as expectativas da Porsche. "A procura está muito acima dos 10 ou 15% que esperávamos", afirmou o vice-presidente para a linha de produto Panamera, Gernot Döllner. Para estes resultados não é alheio uma fiscalidade atrativa para os modelos híbridos plug-in, mas também uma maior consciência e os custos de manutenção reduzidos deste tipo de veículos.

Mesmo em Portugal, apesar da ausência de números sobre o mix de vendas do Panamera, é possível constatar um aumento do número de Panamera híbridos a circular, o que se justifica também pelo desaparecimento das motorizações Diesel, atualmente em compasso de espera depois do Dieselgate.

A segunda geração do Porsche Panamera conta com duas motorizações híbridas de ligar à tomada, quando na geração anterior contava apenas com uma, o Panamera S E-Hybrid de 416cv. Agora está disponível o Panamera 4 E-Hybrid de 462cv e o Turbo S E-Hybrid de 680cv.

O passo seguinte na Porsche é o Mission E. Este futuro modelo eléctrico que custará o mesmo que um Panamera, promete uma autonomia de até 500 km e uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 3,5 segundos.

Mas o mais importante é que será possível recarregar mais de 80 por cento da bateria em apenas 15 minutos através da carga rápida Ionity (em associação com a Daimler, BMW e Ford) que cobrirá toda a Europa em 2020.

Deixe o seu comentário