Audi RS6 Avant é o 'Darth Vader' e um 'Autobahn Killer'

Audi RS 6 Avant chega com motor V8 biturbo de 600cv, modos RS1 e RS2 e o velocidade máxima limitada eletronicamente em até aos 305 km/h

0 aos 100 21/08/2019 Noticias

A sigla RS6, sinónimo de Audi RS6 Avant quattro, atrai (e entusiasma) todos aqueles que imaginam um modelo capaz de conciliar espaço interior, mala volumosa, um chassis eficaz e o motor de um verdadeiro superdesportivo. Agora surgiu a nova geração de um modelo que sempre adotou um manto não oficial de um herói desconhecido, capaz de bombardear os condutores de supercarros em qualquer Autobahn ou estrada de montanha. Desta vez, a Audi parece que imaginou algo um pouco mais sinistro para esta "muscle wagon".

Em declarações à Autocar, o homem responsável pelo design exterior da RS6 Avant explica esta abordagem de herói versus vilão em termos muito simples. Francesco D'Amore é claramente um entusiasta de Star Wars, e guala a direção do novo RS6 ao vilão mais famoso da ficção científica.

"O [velho] RS6 é para nós um herói e tivemos que pensar em como superá-lo", afirmou. "Mudou muito do padrão A6. Este é o Darth Vader. É um Autobahn killer".

Esta é certamente uma declaração ousada, mas que faz todo o sentido quando se olha para os detalhes da nova RS6 Avant, a começar pelo V8 de 4 litros, soprado por dois turbocompressores, que agora surge reforçado com um sistema “mild hybrid”, com base num sistema de 48V, que possibilita recuperar mais energia (até 16 cv) face a um alternador convencional e desligar o motor até um máximo de 40 segundos, em modo “à vela”.

Veja ainda:

Ao todo, debita 600cv (apenas menos 5 cv do que a versão Performance da geração anterior) e 800 Nm, transmitidos ao asfalto atravês do sistema de tração às quatro rodas quattro (com uma repartição entre eixos de 40:60 em condições normais) e uma caixa automática de oito velocidades com conversor de binário Tiptronic.

Em termos práticos, a nova RS6 Avant acelera dos 0 aos 100 km/h em 3,6 segundos, enquanto a velocidade máxima está limitada eletronicamente a 250 km/h, podendo ser desbloqueada com o pack de equipamento Dynamic, para atingir 280 km/h ou, em alternativa, o Dymanic Plus, que fixa a velocidade máxima em 305 km/h.

A RS 6 tem um diferencial traseiro ativo, função de “lauch control”, seis modos de condução – dois dos quais programáveis (RS1 e RS2), que podem ser ativados através de um botão colocado no volante.

Por dentro, destaque para o painel de instrumentos Virtual Cockpit com 12,3” (com visual e funções específicas RS, nomeadamente sobre a pressão dos pneus, binário, débito de potência, temperatura do óleo do motor, pressão do turbo, tempo por volta, medidor de acelerações e das forças G), ecrã central de infotainment com 10,1” e ecrã inferior de 8,6”, detalhes RS nos bancos desportivos e no volante de fundo plano. A estes juntam-se aplicações em fibra de carbono, pedais em alumínio e logótipo quattro em vermelho na consola central.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Teste ao Usado. Mercedes-Benz CLA Shooting Brake 180d AMG: Fazer tudo bem não é para todos...
Teste ao Usado: BMW 520d Touring. Elegância é isto!