Pick-up da Rivian terá modos 'tanque'

Primeiro modelo da 'Tesla das pick-up’s' promete surpreender com algumas 'habilidades' inéditas

0 aos 100 26/07/2019 Noticias

A Rivian, mais conhecida como “a Tesla das pick-up’s”, arrancou com a produção do seu primeiro modelo, a Rivian R1T, uma pick-up elétrica de linhas futuristas que promete causar sensação. Primeiro porque está equipada com quatro motores elétricos, um por roda, para uma potência máxima de 750cv e um binário máximo de 1.120 Nm (14.000 Nm às rodas - 3.500 Nm por roda).

Segundo porque a tecnologia promete ser um dos estandartes da empresa de Robert 'RJ' Scaringe, o seu CEO e fundador. Tanto que a R1T e o SUV R1S contarão com sistemas de condução inéditos, como o “tank turn” (“curva de tanque” em tradução literal) e “tank steer” (direção de tanque), ou seja, a pick-up será capaz de rodar sobre o eixo vertical em pisos de terra, como um tanque, o que não deixaria de ser uma preciosa ajuda nas manobras.

Veja ainda:

O segredo deste “revolucionário” truque, que só estamos habituados a ver em manobras de guerra, estará no funcionamento independente da unidade elétrica que actua sobre cada roda. Com quatro motores para cada uma das rodas, basta conceber um software que ordene às rodas da esquerda para girarem para trás e às rodas da direita para executarem o movimento oposto.

Aliás, foi divulgado um vídeo que se diz ter sido produzido pela agência de publicidade da Rivian, onde se vê a R1T a girar sobre ela própria, como se de um tanque se tratasse, mas de imediato retirado, depois de uma queixa da Rivian.

Os dois termos - “Tank Turn” e “Tank Steer” -, de resto, já foram registados no Departamento de Marcas e Patentes dos Estados Unidos

Com 5.465 mm de comprimento e 2.670 quilos de peso, a R1T estará disponível com três configurações de baterias: 105 kWh, 135 kWh e 180 kWh, para uma autonomia entre os 480 e 640 km.

É anunciada uma aceleração dos 0 aos 96 km/h (0-100 mph) que varia entre os 3 e os 4,9 segundos, dependendo da versão, e o carregamento de energia suficiente para 320 km em apenas 30 minutos, graças à função de carregamento rápido. Além disso, há um carregador onboard de 11 kW destinado a facilitar o carregamento rápido num carregador de nível 2.

As primeiras entregas da R1T estão previstas para o segundo semestre de 2020. Os preços arrancam nos 69 mil dólares (cerca de 62 mil euros), antes de incentivos governamentais.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Mercedes-Benz B 250e: ora elétrico, ora gasolina!
Ao volante do Hyundai Kauai Hybrid. Inteligência funcional