Mini vai acabar com diesel e gasolina até 2030

Primeiro Mini elétrico chega em 2020

0 aos 100 14/07/2019 Noticias

A Mini acaba de apresentar o seu primeiro elétrico de produção em série e já admitiu acabar com os carros a gasóleo e gasolina até 2030, para passar a comercializar apenas modelos elétricos.

Em declarações ao Auto Express, Peter Schwarzenbauer, membro do conselho de administração da BMW e responsável da Mini, disse que os carros elétricos são o futuro.

“O modelo Countryman híbrido plug-in foi o primeiro passo. Está a correr muito melhor do que o planeado e demonstra que a eletrificação é o caminho que a Mini deve seguir. Gradualmente vamos eletrificar toda a gama, o que vai ao encontro da filosofia da marca. Se há construtor de automóveis que pode dizer-se urbano é a Mini”, afirmou.

O responsável revela que existirá um momento de transição, “mas em 2030 o cenário muda radicalmente. É evidente que a tendência é convertermo-nos numa marca exclusivamente elétrica”.

O primeiro Mini elétrico, o Cooper SE, chega em 2020 (encomendas a partir de novembro) com 270 km de autonomia e preços a partir de 34.500 euros.

Veja ainda:

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente
Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva