DBS GT Zagato, possivelmente o mais belo Aston Martin moderno alguma vez criado

Nova obra de arte da Aston Martin e Zagato será vendido juntamente com o clássico DB4 GT Zagato

0 aos 100 10/07/2019 Noticias

O Aston Martin DBS GT Zagato é um dos carros mais esperado do ano e promete transformar-se num "clássico" desde o momento do seu lançamento, uma vez que apenas 19 unidades serão produzidas. É vendido em exclusivo com o DB4 GT Zagato (exclusivo para pista, e com especificações iguais ao modelo lançado há 58 anos), numa coleção que assume a designação DBZ Centenary Collection – para comemorar os 100 anos da Zagato.

O conjunto tem um senão, o preço: algo como 7 milhões de euros (antes de impostos) e as primeiras entregas do DB4 GT Zagato Continuation estão previstas para o final do ano e as do DBS GT Zagato no final de 2020.

O DBS GT Zagato tem por base o impressionante DBS Superleggera e está equipado com a mesma mecânica, ou seja, um V12 biturbo de 5,2 litros, com 725cv. Mas o mais impressionante é o seu impressionante desenho, que tem inspiração o Aston Martin desenhados pela Zagato, também de tiragem muito limitada.

O que mais salta à vista é a grelha, feita de 108 peças em fibra de carbono, cuja forma reproduz a do clássico e cujos elementos flutuantes são pela primeira vez móveis. Quando o carro está estacionado, fecham-se, fechando assim a passagem do ar. Ao abrir o carro, abrem-se formando uma onda, um efeito visual que promete encantar qualquer um.

Veja ainda:

Outros detalhes que não passam despercebidos são as jantes douradas de 20 polegadas, o tejadilho de peça única em carbono que se prolonga entre o para-brisas e a tampa da mala – sem vidro traseiro, portanto -, e com efeito de dupla bolha.

As imagens recolhidas pela câmara traseira são projetadas num ecrã onde se posiciona habitualmente o espelho. 

Sobre o DB4 GT Zagato Continuation, este é feito a partir um chassis tubular e painéis ultra-finos em alumínio, moldados manualmente. O motor é o mesmo 4.2 de seis cilindros de duas velas por cilindro da Tadek Marek, a debitar 385 cv. A caixa manual é de quatro velocidades.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'
Teste ao Usado. Mercedes-Benz CLA Shooting Brake 180d AMG: Fazer tudo bem não é para todos...