Circuito do Estoril faz desaparecer mais de 2,6 milhões de euros

Investigação à prova de MotoGP em 2012 no Autódromo do Estoril revela buraco de 2,6 milhões

0 aos 100 30/06/2019 Desporto

O Ministério Público está a investigar as contas do Autódromo do Estoril  de 2010 e 2011, de onde desapareceram mais de 2,6 milhões de euros referentes a subsídios da Câmara e do Instituto do Desporto.

A verba nunca foi paga, levantando suspeitas de contas falseadas para possibilitar a realização do Moto GP de 2012. Segundo o jornal Público, este negócio pode ter lesado o Estado em cerca de seis milhões de euros.

O prejuízo da realização do MotoGP para o Estado, que detém 100% da empresa Circuito do Estoril através da Parpública, já estava a ser investigado.

A investigação, que decorre no Departamento de Investigação e Ação Penal de Sintra e que começou em 2016, é que descobriu o desfasamento de milhões nas contas.

Os investigadores do Ministério Público querem agora saber porque é que os 2,6 milhões foram inicialmente contabilizados, que é que os contabilizou e se houve intenção de falsear as contas para possibilitar a realização do Moto GP de 2012.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Teste ao Usado. Mercedes-Benz CLA Shooting Brake 180d AMG: Fazer tudo bem não é para todos...
Teste ao Usado: BMW 520d Touring. Elegância é isto!