Confirmado: MotoGP regressa a Portugal em 2022

Até lá fica como pista de reserva em caso de cancelamento de alguma prova

0 aos 100 16/06/2019 Desporto

O CEO da Dorna, Carmelo Ezpeleta, confirmou este domingo, em declarações à Sport TV, que o Autódromo de Portimão vai entrar no calendário de MotoGP em 2022, ficando desde já como pista de reserva em caso de cancelamento de alguma prova.

Segundo o patrão da Dorna, empresa que organiza e promove os Mundiais de MotoGP e de Superbikes, Portimão entra como circuito de substituição caso algum problema surja com aqueles que estão atualmente no calendário.

Veja ainda:

Caso não se verifique a “queda” de algum dos atuais circuitos, Portimão entra automaticamente no calendário de 2022, quando o Mundial de MotoGP crescer, como está planeado pela Dorna, passando das atuais 19 para 22 provas.

O esforço para o regresso do MotoGP a Portugal, agora com Miguel Oliveira na grelha, está a ser feito com a ajuda da Federação Internacional do Motociclismo (FIM), que pela primeira vez é liderada por um português.  

O Grande Prémio de Portugal de MotoGP realizou-se pela última vez em 2012, após 12 anos consecutivos no autódromo Fernanda Pires da Silva, no Estoril. Em 2013, os promotores optaram por deixar cair Portugal e fazer entrar a Argentina no calendário mundial.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Teste ao Usado. Mercedes-Benz CLA Shooting Brake 180d AMG: Fazer tudo bem não é para todos...
Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'