BMW i8 já tem Roadster. Primeiras imagens oficiais

Versão aberta traz ainda um sistema híbrido atualizado, agora com 374cv

Miguel Costa 29/11/2017 Noticias

O i8 já pode ser conduzido de cabelos ao vento. A versão Roadster foi por fim apresentada, três anos depois do lançamento do i8, que recebe uma profunda atualização.

Posicionado como uma opção mais exclusiva e emocional face ao i8 Coupé, o Roadster perde os lugares traseiros e converte-se num verdadeiro dois lugares. Em lugar dos bancos traseiros surge um espaço de arrumação, com 100 litros de capacidade.

Apesar da sua transformação, que levou a um aumento de 60 kg face ao Coupé, o i8 Roadster não prescinde das portas de abertura tipo "tesoura". O tejadilho em lona, de acionamento elétrico, demora apenas 15 segundos para abrir ou fechar, algo que pode ser realizado a uma velocidade de até 60 km/h.

Quanto à mecânica, o i8 Roadster usufrui de um sistema híbrido Plug-in (de ligar à tomada) melhorado (que se estende igualmente ao Coupé), que continua a ser composto por um motor 1.5 Turbo de três cilindros com 231cv (antes 228cv) e um motor elétrico de 143cv (antes 131cv), para uma potência combinada de 374cv (mais 12cv).

Estes números são mais do que suficientes para "empurrar" o novo i8 Coupé dos 0 aos 100 km/h em 4,2 segundos e o novo i8 Roadster em 4,4 segundos. Já a velocidade máxima, essa está limitada electronicamente em ambos os modelos, nos 250 km/h. 

A introdução de uma nova bateria de iões de lítio aumenta a sua capacidade de 7,1 para 11,6 kWh, permitindo ao i8 Roadster percorrer até 53 quilómetros (NEDC) em modo 100% elétrico. O consumo médio é de 2,1 litros aos 100 km equanto as emissões de CO2 são de 46 g/km.

A bateria requere "menos de quatro horas e meia" para uma carga total atravês de uma tomada de 2,3 kW (uma ligação de 230 V e 10 A, o habitual em cada) e cerca de 3 horas numa tomada de 3,6 kW (de 230 V e 16 A). 

A estreia está marcada para o próximo mês de Maio. Só aí serão conhecidos os preços. 

Deixe o seu comentário