OFICIAL: carro mais caro do mundo NÃO É de Cristiano Ronaldo

Terá sido mesmo Cristiano Ronaldo quem comprou o Bugatti La Voiture Noire? Afinal não...

0 aos 100 03/05/2019 Noticias

Está desfeito o rumor que “inundou” as redes sociais nos últimos dias: Cristiano Ronaldo não é o proprietário do carro mais caro do mundo, o Bugatti La Voiture Noire, um exemplar único "avaliado" em 11 milhões de euros.

O rumor foi lançado por alguns jornais desportivos espanhóis, e de imediato replicado em vários orgões de comunicação social em Portugal, mas esta sexta-feira, um porta-voz de Cristiano Ronaldo, em declarações à publicação TMZ anunciou que o jogador de futebol não foi quem comprou o La Voiture Noire.

"A história não é verdadeira. Ele não comprou o carro", refere o alegado porta-voz de Cristiano Ronaldo, em declarações ao TMZ.

Esta não é a primeira vez que o nome de CR7 surge associado a rumores sobre a compra de carros de edição limitada. Em 2013, surgiu a notícia de que Cristiano Ronaldo estava na lista para um Ferrari LaFerrari, algo que não correspondia à verdade.

Em 2016, foi também noticiado que Cristiano Ronaldo e Lionel Messi disputaram a compra de um Ferrari 335 S Spider Scaglietti, edição limitada de 1957, num leilão realizado no Salão Retromobile, em Paris.

A licitação começou em 20 milhões de euros e, segundo a imprensa espanhola, contou com a participação de Cristiano Ronaldo, que arrematou o carro por 32 milhões de euros, algo que também nunca correspondeu à verdade.

Veja ainda:

Aliás, até o próprio valor do La Voiture Noire está longe de reunir o consenso, algo estranho uma vez que se pode ler no site oficial da Bugatti que o exemplar único custou 11 milhões de euros (for €11 million (before tax) this unique car has already been sold to a Bugatti enthusiast - último parágrafo) e não 16 ou 17 milhões de euros que se vai lendo por aí.

Sobre o futuro proprietário do La Voiture Noire foi inicialmente falado que será Ferdinand Piech, neto de Ferdinand Porsche e antigo chairman do grupo Volkswagen. A dúvida só deverá ficar desfeita em 2021 ou 2022, altura em que o carro ficará pronto e for entregue ao dono. O modelo exposto no salão não tinha o interior concluído.

Inspirado no lendário Type 57 SC Atlantic dos anos 1930, o La Voiture Noire foi criado para celebrar os 110 anos da Bugatti. É feito com base no Chiron, com o qual partilha o motor W16 8.0 com 1500 cv.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente
Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva