BMW atualizará gama de motores Diesel B37 e B47

Primeira atualização aos motores de três e quatro cilindros. Prometem melhor resposta, consumos e emissões

Miguel Costa 27/11/2017 Noticias

A BMW confirmou a atualização dos motores Diesel de três e quatro cilindros (B37 e B47, respetivamente) para 2018, quatro anos depois do lançamento da atual geração de motores.

Os motores B37 correspondem aos utilizados nas versões 14d e 16d com 95 e 116cv, respetivamente, mas também nos Mini One e Cooper D, enquanto o B47 referem-se aos 18d e 20d, com 150 e 190cv, respetivamente (CooperD e CooperSD no Mini Countryman).  

Se não for grande conhecedor dos motores BMW, explicamos que quando vê um código como "B38K15T0", este é o código atribuído pela BMW para um motor a gasolina de três cilindros, montado em posição transversal com 1,5 litros de cilindrada, mas quando no final é adicionado o "TÜx" - onde x é um número diferente de zero - corresponde ao número de atualização X.

Esta imagem mostra os códigos que identificam os motores utilizados pela BMW e MINI segundo o seu desenho.

Assim, começando pela primeira atualização dos motores B47, o quatro cilindros será conhecido por B47TÜ1. No caso do diesel de 3 cilindros (utilizado no Mini e no Série 1 e Série 2) terá o código de B37TÜ1.

Tecnicamente as versões 18d e 20d do motor B47 não vão ganhar mais potência ou binário, mantendo inalterados os atuais 150cv e 350 Nm e 190cv e 400 Nm. O mesmo acontecerá com o 3 cilindros B37 disponível com 95cv e 220 Nm e com 116cv e 270 Nm.

Os melhoramentos estão centrados na resposta do motor, consumo de combustível e emissões, mediante a introdução de dois novos turbocompressores. O primeiro, de geometria variável, vai funcionar na faixa mais baixa de regime, enquanto o segundo, de maiores dimensões, vai funcionar a um regime superior para alcançar a potência máxima.

Com estes novos turbocompressores, além de uma maior pressão de injeção e outras medidas para reduzir a fricção, a marca reduzirá o consumo de combustível e as emissões de CO2 em quatro a cinco por cento. Estas medidas permitirão, também, que os motores diesel B37 e B47 se adaptem às exigentes normas de emissões Euro 6c, mantendo medidas como o filtro de partículas diesel e outro de NOX com a solução de uréia Adblue.

Estima-se que o BMW X1 xDrive20d, equipado com transmissão automática Steptronic de 8 velocidades, verá o consumo de combustível cair de 4,9 para 4,7 l/100 km e as emissões de CO2 de 129 para 123 g/km.

Deixe o seu comentário