Miguel Oliveira: 'É bom terminar nos pontos'

É a primeira vez que um piloto português conquista pontos na categoria rainha do motociclismo

0 aos 100 31/03/2019 Desporto

Miguel Oliveira entrou este domingo para a história ao tornar-se no primeiro português a pontuar no MotoGP, ao terminar o Grande Prémio da Argentina na 11.ª posição. Após a corrida, o piloto português não escondeu a felicidade.

"Estou realmente satisfeito com esta corrida. É bom terminar nos pontos, que era o nosso objetivo quando viemos para a Argentina, depois de ter ficado tão perto na primeira corrida. Por isso, estou muito contente", disse o piloto português, citado pela assessoria de imprensa da sua equipa.

O piloto de Almada foi também o segundo melhor dos quatro pilotos KTM em prova e bateu o espanhol Jorge Lorenzo (Honda), pentacampeão mundial nas várias categorias, que se ficou pela 12.ª posição, a quase dois segundos do português.

Agora, Oliveira terá "uma semana para descansar", de forma a regressar ao Texas, palco da próxima corrida, em 14 de abril. "Será mais uma pista que teremos de descobrir juntamente com a mota, mas estou muito satisfeito com a minha prestação na Argentina, sendo a segunda KTM, muito próximo do Pol [Espargaró]", observou.

Veja ainda:

Com este resultado, Miguel Oliveira subiu ao 15.º lugar do campeonato, com cinco pontos, sendo já o segundo melhor estreante, a apenas três pontos do espanhol Joan Mir (Suzuki) e do italiano Fabio Quartararo (Yamaha).

A próxima corrida do Mundial de motociclismo de velocidade é o Grande Prémio das Américas, em 14 de abril, nos Estados Unidos.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Teste ao Usado: BMW 520d Touring. Elegância é isto!
Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'