Jeep Renegade e Compass já podem ser ligados à tomada

Primeiro híbridos Plug-in da Jeep prometem tração às quatro rodas e 50 km de autonomia em modo elétrico

0 aos 100 06/03/2019 Noticias

A eletrificação da Jeep arrancou no Salão de Genebra com a revelação das variantes híbridas plug-in (de ligar à tomada) do Renegade e Compass. Chegam no início de 2020.

A combinação escolhida para os dois Plug-in junta o já conhecido Firefly 1.3 Turbo com um motor elétrico alimentado por uma bateria de iões de lítio, cuja capacidade o fabricante não especifica.

Com o motor a combustão a acionar as rodas da frente, os SUV deixam de transmitir a tração ao eixo traseiro, ficando o motor elétrico a assumir a função. O sistema de tração integral eletrificada é denominada pela Jeep de eAWD, sublinhando que esta solução permite separar os dois eixos e controlar o binário de forma independente e de um modo mais eficaz.

A ação combinada dos dois motores permite ao Renegade Plug-In Hybrid debitar 190cv, enquanto a variante PHEV do Compass oferece 240cv. Nos dois casos, as emissões de CO2 baixam para 50 g/km, podendo percorrer até 50 km em modo exclusivamente elétrico, até uma velocidade de 130 km/h.

Relacionadas:

Por fora, a única diferença encontra-se no bocal para a tomada de carga, enquanto, no interior, o painel de instrumentos e ecrã de infoentretenimento são específicos destas versões.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva
DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente