Surpresa! Os dois modelos mais vendidos na Europa a particulares são Dacia

Nem Volkswagen Golf, Ford Fiesta ou Renault Mégane, o modelo mais vendido a clientes particulares é o Dacia Sandero

0 aos 100 02/03/2019 Noticias

O modelo mais vendido a particulares em 2018 na Europa não foi o Volkswagen Golf que lidera (aos anos) a venda de automóveis ligeiros na Europa, Ford Fiesta ou o Renault Mégane, por exemplo. Pelo contrário, o modelo mais vendido a particulares foi o Dacia Sandero.

Segundo os dados divulgados pela JATO Dynamics, mais de metade dos carros vendidos na Europa em 2018 foram para frotas/empresas — 56% contra 44% por particulares. Ou seja, significa que mais de 8,3 milhões de carros foram vendidos a frotas/empresas e menos de 7 milhões para particulares.

Analisando os dados da JATO Dynamics chega-se à conclusão que o carro mais vendido a particulares não foi o Volkswagen Golf que lidera (aos anos) na Europa, mas antes o Dacia Sandero, que foi o 11º mais vendido à geral. É também, de resto, o modelo com menor quota de vendas para frotas/empresas relativamente ao volume total de vendas. Apenas 14% de todos os Sandero vendidos na Europa não foram a particulares.

Na lista da JATO Dynamics, estes são os 10 carros à venda na Europa (entre os 100 mais vendidos) que apresentam a maior quota de vendas a particulares (valor da quota entre parêntesis):

Dacia Sandero (86%)

Dacia Duster (76%)

Kia Picanto (70%)

Ford Ka+ (70%)

Suzuki Swift (70%)

Ford Ecosport (69%)

Kia Stonic (66%)

Hyundai Kauai (66%)

Mazda CX-3 (65%)

Toyota Yaris (65%)

É possível ver que, além do Sandero, a Dacia tem o Duster em segundo lugar. Não é de estranhar que seja também a marca automóvel que apresente a maior quota de vendas a particulares - 79% das vendas totais da Dacia na Europa são para particulares. Em segundo lugar, já a alguma distância, surge a Suzuki com 67%, a Mazda com 58% e a Kia com 57%.

No extremo oposto, ou seja, as marcas que menos vendem a particulares e que mais dependem das vendas a frotas/empresas estão, sem surpresas, as marcas premium: Mercedes-Benz (34%), Audi (31%), BMW (31%) e Volvo (29%).

Curiosamente, o modelo com maior quota de vendas para frotas/empresas é um Opel — 84% das vendas totais do Opel Insignia são para frotas. É acompanhado no pódio pelos Volkswagen Passat e Audi A6, com quota idêntica ao Insignia de 84%.

Entre os 10 modelos com maior quota de vendas para frotas/empresas, encontra-se o Skoda Superb (83%), o BMW Série 5 (82%) e o Série 3 (81%), o Audi A4 (81%), surpreendentemente o Opel Astra (77%) e o Skoda Octavia (75%) — modelos de segmentos mais baixos —, e por fim, o Mercedes-Benz Classe E (74%).

Relacionadas:

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente
Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva