Governo acaba com apoio a carros elétricos acima de 60 mil euros

Em 2018, o Estado apoiou a compra de 1.170 novos veículos elétricos

0 aos 100 19/02/2019 Noticias

O Governo vai deixar de apoiar a compra de carros elétricos acima de 60 mil euros. Em causa o cheque de 2.250 euros de incentivo à compra de carros elétricos. Esta alteração faz parte das novas regras de incentivos à compra de elétricos que vão ser conhecidas esta semana e vão contemplar, pela primeira vez, a compra de bicicletas elétricas.

De acordo com o jornal "Público", a ideia do Governo, ao colocar este teto aos apoios, é a de quem compra um carro elétrico que custe mais de 60 mil euros o fará independentemente de ter ou não apoio do Estado para a compra, pelo que não se justifica esse incentivo.

Relacionadas:

As novas regras devem ser publicadas esta semana pelo Ministério do Ambiente e da Transição Energética (MATE). 

Em 2018, o Governo, através do Fundo Ambiental, apoiou a compra de 1.170 novos veículos elétricos, no total de 2,6 milhões de euros (cerca de 2.250 euros para cada carro). Ficaram de fora 322 candidaturas que, segundo o Fundo Ambiental, não chegaram a ser avaliadas por esgotamento da verba.

A alteração das regras do incentivo à compra de carros elétricos surge numa altura de crescimento deste segmento: em 2018, foram vendidos 4.073 destes veículos, o que representa um salto de 148% face ao ano anterior. 

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'
Teste ao Usado. Mercedes-Benz CLA Shooting Brake 180d AMG: Fazer tudo bem não é para todos...