PSA vai recrutar 1.600 pessoas na Europa. Portugal está incluído

Grupo das marcas Citroen, Peugeot e DS quer criar mais de mil novos postos de trabalho. As oportunidades estendem-se também a Portugal

0 aos 100 13/02/2019 Noticias

A PSA está à procura de novos talentos por toda a Europa, incluindo Portugal. A PSA Retail, grupo de distribuição da empresa francesa, pretende criar 1.600 novos postos de trabalho já durante este ano em 11 países europeus, sublinhando o interesse em manter uma equipa jovem. As oportunidades são para várias áreas, destacando-se para vendedor de veículos novos e usados, mecânicos, pintores e técnicos especialistas.

Este recrutamento é uma resposta da PSA Retail aos “objetivos ambiciosos fixados no seu plano de médio prazo”, refere a empresa em comunicado. Os interessados devem cumprir os níveis de competência exigidos e partilhar “a paixão pelo serviço ao cliente”.

As cinco principais categorias de vagas em aberto são para vendedor de veículos novos e usados, conselheiros de serviço a clientes, mecânicos, pintores de carroçarias e técnicos especialistas (diagnóstico automóvel).

Neste processo a empresa sublinha o interesse em manter um “elevado nível de emprego jovem”, sendo que 7% dos trabalhadores são estagiários profissionais, num total de 750 jovens estudantes. Um dos objetivos é “assemelhar-se a um berço de talentos”, refere o documento. Em território nacional, o Grupo está presente em Carnaxide (Peugeot, Citroen e DS), Paço D’Arcos (Peugeot) e em Sacavém, Setúbal e Faro com a marca Citroen.

“O emprego no Groupe PSA, mais do que emprego industrial, tem também uma forte componente de emprego na nossa rede própria, que é a primeira interface do Grupo com os clientes”, refere Xavier Chéreau, diretor de recursos humanos do Grupo PSA. “A empresa proporciona inúmeras portas de entrada para oportunidades de carreira no Groupe PSA”, acrescenta, em comunicado.

Até ao final de 2021, o grupo liderado por Carlos Tavares vai lançar sete modelos elétricos e oito híbridos. Está previsto para este período um programa de investimentos na rede (pontos de recarga, equipamentos técnicos especiais) e de formação/habilitação das equipas comerciais e técnicas.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente
Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva