Ficou assim o primeiro McLaren Senna consumido pelas chamas

Terceiro McLaren Senna para a 'oficina'...

0 aos 100 01/01/2019 Noticias

Dói perder um carro devido a acidente, mas pior são as combustões espontâneas que podem destruir um carro numa questão de minutos. Algo que parece ter acontecido com um McLaren Senna, um exemplar que pertencia a Alejandro Salomon, mais conhecido como Salomondrin.

Tudo aconteceu há poucos dias na cidade de Los Angeles e poucos detalhes se conhecem sobre o que se passou. A única coisa que se sabe depois de ver as imagens é o estado em que ficou o hipercarro, parcialmente calcinado e com uma pesada conta de reparação.

O próprio Youtuber já veio a público negar qualquer tipo de rumores sobre um possível despiste ou perda do controlo do desportivo, do qual serão produzidas apenas 500 unidades.

Ao que tudo indica, o incêndio deflagrou no compartimento do motor e rapidamente estendeu-se ao habitáculo e outros componentes do desportivo de 800cv e mais de 320 km/h.

Relacionadas:

A maioria dos danos encontram-se na traseira, com a tampa do motor e o interior destruídos, com plásticos derretidos e fibra de carbono danificada. Já a dianteira pouco ou nada sofreu com as chamas, indicando que os bombeiros foram rápidos a agir, evitando que as chamas tivessem consumido o desportivo por completo.

Este é, de resto, o terceiro Senna envolvido em acidentes no espaço de três meses, o primeiro consumido pelas chamas. Um exemplar que pode ser facilmente identificado pela pintura prateada com detalhes em amarelo e verde.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva
DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente