Venda de carros a gasóleo cai quase 10%

Pela primeira vez numa década as vendas de carros a gasóleo caiu. Subiram a dos carros a gasolina e energias alternativas

0 aos 100 23/12/2018 Noticias

As vendas de carros a gasóleo caíram quase 10% em Portugal, em comparação com o mesmo período do ano passado. Entre janeiro e outubro, venderam-se menos 11 mil carros a diesel do que em 2017, registando-se ao mesmo tempo um forte aumento na comercialização de veículos a gasolina e outras energias alternativas.

De acordo o Público, nos primeiros dez meses do ano foram vendidos 196.647 carros no mercado nacional, mais 9197 do que em igual período de 2017. Esse crescimento foi sustentado pelas vendas dos carros a gasolina (há um aumento de 14.478 unidades) e das energias alternativas (mais 5.626 carros).

Relacionadas:

Pelo contrário, no gasóleo venderam-se menos 11 mil carros do que em 2017, o que traduz uma queda de 9,5%. É a primeira vez nesta década que as vendas de carros diesel caem sem ser num período de crise económica — em 2012 houve uma quebra, mas nesse ano foi todo o mercado nacional que se contraiu.

Para a ACAP, esta quebra era “expectável”. Hélder Pedro, secretário-geral da Associação Automóvel de Portugal, aponta para uma tendência europeia de abandono progressivo dos motores diesel na Europa, concluindo que Portugal segue o mesmo padrão. E, ao Público, defende que a tendência dos dois últimos meses do ano deverá manter-se, prevendo uma quebra de 10% no total de 2018.

“O afastamento dos carros com motor diesel está a generalizar-se por toda a Europa”, dizia em outubro a Agência Internacional de Energia. Este afastamento traduz a crescente preocupação dos consumidores com a poluição e com a perda de valor dos automóveis em caso de revenda. É o reflexo do escândalo das emissões da Volkswagen.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente
Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva