BMW e Mercedes podem vir a partilhar componentes

Maiores rivais na indústria automóveis, os dois construtores alemães estão a planear uma parceria no fabrico de componentes

0 aos 100 21/12/2018 Noticias

Se já existem Mercedes com componentes Renault, agora imagine Mercedes com componentes BMW e BMW com componentes Mercedes. Parece impossível, mas poderá vir a tornar-se real, visto que os dois construtores alemães, através de sinergias de grupo, estão a planear uma parceria no fabrico componentes.

Em causa estará a partilha de plataformas, baterias e tecnologia para veículos autónomos, segundo avançou fonte próxima do processo à Bloomberg. Essas colaborações seriam, todavia, restritas a tecnologias que não são exclusivas de cada marca.

Relacionadas:

O objetivo é reduzir custos e resulta da pressão crescente no investimento em veículos autónomos e tecnologia de propulsão elétrica. O melhor exemplo dessas parcerias é a da Volkswagen e Ford para veículos comerciais e tecnologia de condução autónoma do futuro.

A Mercedes, por exemplo, tem previsto o lançamento de nada menos que 10 modelos elétricos nos próximos quatro anos, enquanto a BMW quer lançar 12 novos modelos elétricos até 2025.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'
Teste ao Usado. Mercedes-Benz CLA Shooting Brake 180d AMG: Fazer tudo bem não é para todos...