Ferrari FXX-K Evo ou McLaren P1 GTR, qual o melhor?

McLaren P1 e LaFerrari "lentos"? Conheça as respetivas versões extraespeciais

Miguel Costa 08/11/2017 Opinião

O lançamento do Ferrari FXX-K Evo deixou-nos há alguns dias sem folego: que monstro! Mais de 1000cv, 20 quilos a menos e 830 kg de downforce à velocidade máxima. Agora, este superdesportivo que não é homologado para estrada não é único da sua espécie. Entre Ferrari FXX-K Evo ou o McLaren P1 GTR, qual o melhor? Esta é a questão que se impõe.

O McLaren P1 GTR é uma besta selvagem, aliás, são os dois, isso não é novo. Nesta comparação não podemos falar sobre fatores práticos ou recomendações para comprar, visto que nenhum de nós está em posição de comprar qualquer um destes animais de pista. Mas podemos comparar elementos técnicos, tecnologia e capacidades ao serviço do “piloto”.

A McLaren mostra-se satisfeita com 1.000cv precisos: 800 dos quais são oriundos de um motor biturbo V8 de 3,8 litros, que está associado a um motor elétrico de 200 cv. Em relação à versão de estrada, o acréscimo chega aos 84cv, enquanto em termos de peso, a utilização de materiais como fibra de carbono, policarbonato ou titânio foi reduzido em 50 quilos.

Os materiais leves são os protagonistas em ambos os modelos, em todos os tipos de elementos, como os bancos, que são produzidos à medida do proprietário para conseguir uma ergonomia perfeita.

Já o Ferrari alcança os 1.050cv, embora a configuração mecânica seja diferente. Aqui, o motor de combustão é mais impressionante: um V12 atmosférico de 6,2 litros e 860cv. O sistema KERS integrado no motor acrescenta 190cv. Toda esta potência e os 900 Nm são enviados para o eixo traseiro através de uma caixa de velocidades F1 Dual-Clutch de 7 velocidades.

Aqui, também o peso é fundamental e a redução é mais importante do que no caso do McLaren, se compararmos com o carro do qual deriva, a Ferrari LaFerrari: no caso do Ferrari FXX-K Evo, a redução de peso chega aos 110 kg, para alcançar os 1.475 kg. O peso de um Renault Mégane!

O peso é a chave, a potência também, mas neste tipo de carros para ser o rei das pistas, a aerodinâmica é também importante. Talvez aqui, o Ferrari FXX-K Evo seja um passo à frente. À velocidade máxima, gera 830 kg de downforce, enquanto que a 200 km/h já gera 640 kg de peso aerodinâmico no eixo traseiro. É quase o mesmo valor que consegue o McLaren P1 GTR a 250 km/h (660 kg). Temos de ser justos: o Ferrari é mais moderno e muito trabalho foi feito nesta melhoria aerodinâmica.

Relacionadas:

É hora de deixarmos de lado os números. O facto de acelerar de zero a cem ou sua velocidade máxima passa para segundo lugar (menos de 3 segundos dos 0 aos 100 km/h). Eles são incrivelmente e perigosamente rápidos para qualquer ser humano, a não ser que se chame Lewis ou tenha o apelido de Vettel. Agora vamos analisar outro fator chave: comprar. Sim, e não. O preço neste tipo de carros é quase irrelevante. Aliás, um insulto.

Na McLaren terá de ser um bom cliente da marca, um amigo, para que consiga ter McLaren P1 GTR. Na altura em que era produzido, claro, já que a sua produção terminou. Na Ferrari, juntar-se ao programa de clientes especiais é muito mais complicado: tudo o que rodeia a Ferrari está envolto por uma aura extremamente complexa. Além disso, neste caso, se quiser entrar neste programa, a Ferrari guarda o carro e garante todos os seus cuidados. Ou seja, o McLaren é um carro de pista que se pode guardar na garagem e o Ferrari é um carro de pista que fica na garagem da marca italiana. É complexo.

Já conhece os detalhes, mas de que valores estamos a falar? Em ambos os casos, para poder comprá-los, tem de ser um bom cliente da marca e isso significa gastar muito dinheiro em carros anteriores. O preço do McLaren P1 GTR é de 2,5 milhões de euros, embora no mercado de segunda mão, ultrapasse facilmente os três milhões de euros.

No caso do Ferrari, o preço de tabela ronda os 2,2 milhões de euros, um pouco menos, mas com a particularidade de utilização de que falamos anteriormente e que é um carro que dificilmente muda de mãos e, se o fizer, terá de ter o aval da marca.

Tenho que decidir agora? Bem, lá terá de ser. O Ferrari FXX-K Evo é um carro melhor: é mais poderoso, aerodinamicamente melhor trabalhado e com elementos mais modernos. Agora, quando se trata de comprá-lo, é muito mais complicado. Por outro lado, o McLaren não só pode levar o carro para a sua garagem, mas também, por uma certa quantia de dinheiro, a McLaren coloca à sua disposição a magia do Lanzante Motorsport para modificar o seu McLaren P1 GTR para transformá-lo em carro de rua para poder comprar o pão. O detalhe que faz toda a diferença!

Escute o som do McLaren P1 GTR e do Ferrari FXX K:

Deixe o seu comentário