Audi R8 foi renovado. Saiba o que muda

A segunda geração do R8 recebe a típica renovação a meio do ciclo de vida. As alterações são poucas e, sobretudo, estéticas e o aumento da potência do V10 5.2

0 aos 100 23/10/2018 Noticias

A Audi acaba de revelar a atualização da segunda geração do R8, introduzida em 2016, para “aguentar” mais uns anos. As mudanças são mais ligeiras do que evidentes, exigindo um olhar atento e procurando, sobretudo, conferir desportivo uma imagem mais agressiva e com uma masculinidade reforçada.

Treze anos passados desde o lançamento da primeira geração, em 2006, o R8 atualiza-se com uma estética mais desportiva, conseguida com formas mais angulares da grelha dianteira. Atrás, a grelha estende-se agora por toda a secção posterior e o difusor é mais proeminente.

Veja ainda:

No interior houve poucas mexidas, salvo “detalhes” nos revestimentos.

Quanto a mecânicas, não se confirma a introdução de um V8 (nem um V6 Turbo), mantendo-se ao serviço o conhecido V10 naturalmente aspirado, de 5,2 litros, agora com filtro de partículas (para cumprir o WLTP), disponível em dois patamares de potência.

O primeiro, o R8 mais acessível, ganhou 30cv e 10 Nm, para debitar agora 570cv e 550 Nm. Acelera dos 0 aos 100 km/h em 3,4 segundos (3,5 segundos no Spyder) e alcança os 324 km/h (322 km/h no R8 Spyder).

Já o R8 V10 Performance Quattro ganha 10cv e 20 Nm (agora 620cv e 580 Nm), o que permite ao R8 acelerar dos 0 aos 100 km/h em 3,1 segundos (3,2 segundos no Spyder). Chega aos 331 km/h (329 km/h).

De resto, o ESP foi recalibrado para reduzir a travagem em 5 metros nos 200 para 0 km/h, a direção reprogramada para maior precisão e equilíbrio e configurações mais abertas entre os diferentes perfis de condução do Audi Drive Select.

O atualizado R8 chega no primeiro quadrimestre de 2019.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'
Teste ao Usado: BMW 520d Touring. Elegância é isto!