Marc Márquez desloca o ombro nos festejos do título

Espanhol sagrou-se este domingo pentacampeão de MotoGP

0 aos 100 21/10/2018 Desporto

O espanhol Marc Márquez (Honda) conquistou este domingo o sétimo título mundial, quinto em MotoGP, após vencer o Grande Prémio do Japão, e deslocou um ombro durante a volta de consagração ao circuito de Motegi.

Márquez beneficiou de uma queda do italiano Andrea Dovizioso (Ducati) a duas voltas do final para cortar a meta isolado, com 1,573 segundos de vantagem sobre Cal Crutchlow (Honda) e 1,720s sobre o espanhol Alex Rins (Suzuki). O quarto lugar do italiano Valentino Rossi (Yamaha) entregou o título mundial ao espanhol, quando ficam a faltar três corridas para o final do campeonato.

Márquez tem agora 296 pontos, mais 96 do que Dovizioso, que ainda terminou na 18.ª posição, ficando a zeros.

"Estou muito feliz. Depois do arranque do campeonato, já imaginava que podia terminar assim. A diferença é conquistá-lo logo à primeira oportunidade", frisou o piloto catalão.

Márquez acabou por deslocar um ombro depois de cortar a meta, ao cumprimentar o piloto britânico Scott Redding.

"Em dezembro, será altura de ir retocar a chapa e pintura", brincou, confirmando que terá de se submeter a uma cirurgia para corrigir o problema no final da época.



O piloto de Cervera acabou por confirmar o título em casa da sua equipa, a Honda, pela terceira vez. Já em 2014 e 2016 se sagrou campeão no Twin Ring de Motegi.

Marc Márquez tornou-se, assim, o piloto mais novo de sempre a conquistar cinco títulos na classe rainha, com 25 anos e 246 dias.

Relacionadas:

Em dez anos de Mundial (a estreia aconteceu no GP de Portugal de 2008) soma sete títulos. Desde que conseguiu a primeira vitória, em 2010, somou sempre pelo menos cinco em cada época, feito único nos 70 anos do campeonato do mundo de velocidade.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Mazda3 1.8 Skyactiv-D 116cv Evolve: Direto ao topo
Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'