Governo vai agravar imposto sobre carros das empresas

Estado vai subir as taxas de tributação autónoma sobre os gastos relacionados com as viaturas ligeiras de passageiros, motos e motociclos

0 aos 100 15/10/2018 Noticias

Os carros das empresas vão pagar mais impostos a partir de 2019, que dependendo do valor das viaturas pode ser de 50%, de acordo com a edição desta segunda-feira, 15 de outubro, do “Jornal de Negócios”.

Segundo a versão preliminar do Orçamento de Estado para o próximo ano a que o diário teve acesso, os veículos com um custo de aquisição inferior a 25 mil euros, a taxa passa de 10% para 15%.

Relacionadas:

No caso de carros com um custo de aquisição igual ou superior a 35 mil euros, a taxa passa de 35% para 37,5%. O Código do IRC prevê a aplicação de tributações autónomas a uma série de situações, desde as despesas não documentadas em geral, às de representação ou às despesas que estejam relacionadas com viaturas ligeiras de passageiros, motos e motociclos.

As tributações autónomas são uma forma de penalização sobre determinadas despesas das empresas que o Fisco entende que podem ter, na prática, a natureza de rendimentos encapotados. Deste modo, acabam por ser uma espécie de compensação por eventuais fraudes fiscais.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'
Ensaio ao Mazda3 1.8 Skyactiv-D 116cv Evolve: Direto ao topo