Novo Mercedes GLE estreia em outubro

Primeiras imagens da nova geração, ainda camuflado

Luis Neves 07/08/2018 Noticias

É oficial: a nova geração do Mercedes-Benz GLE será mostrada oficialmente a 4 de outubro, no Salão de Paris.

Conhecido internamente como W167, o desenvolvimento da segunda geração do GLE - a quarta como o SUV intermédio anteriormente denominado como Classe M - segue os prazos estabelecidos para a sua estreia mundial e carregado com tecnologia para marcar um antes e depois.

O novo GLE (nas fotos ainda camuflado) será o primeiro SUV a assumir a mais recente linguagem estilística estreada pelo CLS e Classe A, imediatamente reconhecível pela nova forma de luz LED dividida em duas "chamas", além de uma menor resistência ao ar com um coeficiente aerodinâmico de 0,29 estabelecendo um novo recorde para grandes SUVs.

Relacionadas:

O desenho (já antecipado em esboços oficiais) remete para o do Classe A, algo que no futuro deverá ser extensível a todos os modelos, com um ecrã totalmente digital, de dimensões XXL que se estende pelo tablier, integrando não só o painel de instrumentos, mas também o ecrã do sistema de infoentretenimento.

Também a sua capacidade no fora de estrada será melhorado, com a inclusão de amortecedores elétricos, que compensam o rolamento da carroçaria e atuam, também, como um sistema de direção ativa. Além disso, permite oferecer diferentes modos de condução - "Comfort", "Sport" e "Off-Road" – permitindo-lhe, em determinadas condições, aumentar a altura ao solo em 50 milímetros.

À venda no início 2019, a gama será composta inicialmente por duas versões a gasolina, o GLE 450, equipado com um motor 3.0 turbo de seis cilindros em linha, conjugado com um sistema elétrico de 48V EQ Boost, que acrescenta, temporariamente, 22cv, aos 367cv do motor a gasolina, além do GLE 350d de 286cv, ambos com tração integral 4MATIC.

Mais tarde, em 2019, a oferta será reforçada com novas versões, incluindo o GLE 400d de 340cv, três AMG (53, 63 e 63 S), e dois híbridos plug-in, um dos quais com um motor a gasolina de quatro cilindros 2.0 litros, para uma potência combinada de cerca de 300cv.

Deixe o seu comentário