Carregamentos de carros elétricos passam a ser pagos a partir de outubro

Revendedores vão poder fazer descontos máximos de 13 cêntimos por kWh

0 aos 100 30/07/2018 Noticias

Até outubro, os carregamentos dos carros elétricos na rede Mobi.E (a rede pública) passam a ser pagos.

A cobrança nos carregamentos devia ter começado a 1 de julho, mas agora a secretaria de Estado da Energia emitiu um despacho que determina que a rede Mobi.E passe a cobrar aos donos carros elétricos sempre carregam as baterias.

Segundo o Dinheiro Vivo, o despacho lançado pelo secretário de Estado da Energia, Seguro Sanches, dispensa os donos de carros elétricos da denominada taxa DGEG e também aprova aplicação de apoios financeiros no âmbito do Fundo de Apoio à Inovação, com o objetivo de aligeirar a fatura que os donos dos carros elétricos têm de suportar para o carregamento de baterias.

Relacionadas:

Galp Power, a EDP Comercial, Prio ou qualquer outra empresa de revenda de eletricidade para automóveis vão poder fazer descontos máximos de 13 cêntimos por kWh tendo por base os apoios agora aprovados pelo despacho do governo.

Estes valores não são cobrados aos consumidores, mas as marcas que asseguram o carregamento deverão depois proceder ao acerto de contas com a Mobi.E.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Renault Clio RS Line TCe 130 EDC: Faceta desportiva
DS 3 Crossback BlueHDi 100. A virtude de ser diferente