BMW M2 Competition já tem preço

Competition substitui M2 'convencional' e traz 410cv

0 aos 100 30/07/2018 Noticias

Com tração traseira, um peso ultraleve, suspensão desportiva e todo o estilo “M”, não é difícil reconhecer os genes” deste M2 Competition, que substitui o M2 “convencional”. A frente baixa e massiva com enormes entradas de ar, a traseira larga com o sistema de duplo escape, o perfil musculado com jantes de raios de 19” em alumínio… tudo aqui fala “M”.

A propulsionar este “pequeno rebelde” encontra-se um motor 3 litros e seis cilindros, com tecnologia TwinPower Turbo, derivado do M4, com 410 cv (mais 40cv que o M2 e menos 21cv que o M4) e um binário de 550 Nm disponível entre as 2.350 rpm e as 5.200 rpm.

A diferença para o motor do M2 passa, entre outros detalhes, pela inclusão de dois turbocompressores, em lugar de apenas um como acontece na versão base do desportivo.

Associada à caixa opcional DCT de sete relações e com a ajuda do Launch Control, o M2 Competition acelera dos 0 aos 100 km/h em apenas 4,2 segundos (4,4 segundos com caixa manual), para 250 km/h de velocidade máxima (limitada) – 280 km/h com a inclusão do pacote “M Driver’s”, em opção.

Relacionadas:

É, de resto, 55 kg mais pesado que o M2 (que podem ser 75 kg com a opção da caixa automática), o que pode explicar o porquê de ser apenas 0,1 segundos mais rápido que o M2 de 370cv. Por outro lado, é apenas 0,1 segundos mais lento que o M4 de 431cv.

Por fora, distingue-se pelos pára-choques mais volumosos e agressivos, com entradas de ar de maiores dimensões que não aparecem apenas por razões estéticas, mas porque são mesmo necessárias para dar ar à maior “manada” debitada pela mecânica. Por isto é que o Competition anuncia um coeficiente aerodinâmico de 0,80, contra 0,77 do M2.

Mas as alterações não se ficam por aqui. Os topos das suspensões anteriores, em fibra de carbono, foram reforçados para conferir mais rigidez ao chassis. A direcção viu a lei da assistência revista, enquanto o diferencial traseiro ativo – que pode mesmo assegurar um autoblocante a 100 por cento, consoante as situações.

Como tudo o que anda também tem de parar, a BMW dotou o Competition com travões mais generosos, com 400 mm de diâmetro à frente (em vez de 380) e 380 mm atrás (antes 370).

Em Portugal, o M2 Competition custa 76.500 euros, mais 6.500 euros que o M240i de 340cv.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Teste ao Usado: BMW 520d Touring. Elegância é isto!
Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'