“Vou terminar a minha carreira no MotoGP esta temporada. É um assunto que tenho vindo a pensar há muito tempo e é uma decisão difícil, porque este é um desporto que eu amo, mas sinto que já não tenho a mesma intensidade de antes e agora tenho prioridades diferentes na vida”, disse Pedrosa, no circuito alemão de Sachsenring, a nona prova do ano do Campeonato do Mundo de motociclismo da categoria MotoGP.

Relacionadas:

O piloto, que compete no principal escalão de motociclismo desde 2006, conquistou três Campeonatos do Mundo, um na categoria de 125 cc e dois de 250 cc, tendo conseguido 54 vitórias, 153 pódios e 49 ‘poles’.

Pedrosa, recorde-se, será substituído, em 2019, na Honda, pelo compatriota Jorge Lorenzo, que está de saída da Ducati.