Suzuki Jimny terá motor 1.5 a gasolina

A nova geração Jimny, prevista para outubro, tem primeiras imagens e especificações reveladas para a Europa

Luis Neves 05/07/2018 Noticias

Nem o 1.0 Boosterjet de 111cv, nem o 1.2 Dualjet, os motores do Swift, Baleno e Ignis. Na Europa, o novo Jimny será animado por um novo motor a gasolina de 1,5 litros com 100cv, que substitui a antiga unidade de 1,3 litros.

O motor de quatro cilindros, de 1.462 cc, debita 100 cavalos de potência às 6.000 rpm, enquanto o binário máximo de 130 Nm é alcançado às 4.000 rpm. Estará associado a uma caixa manual de cinco velocidades ou automática de quatro velocidades, disponível em opção.

O modelo que vem substituir a terceira geração continua a ser “um TT puro e duro”, não prescindindo da tracção às quatro rodas, o chassis de longarinas, eixo rígido traseiro e caixa de transferência com redutoras, facilmente comutável através de uma alavanca na consola central.

Relacionadas:

A robustez continua a ser uma das caraterísticas do novo Jimny (para gaúdio dos aficionados do modelo) que, no fundo, se parece a um Land Rover Defender, mas em ponto pequeno.

Com lançamento previsto para outubro, o novo Jimny segue a tendência do novo Mercedes-Benz Classe G: um estilo mais moderno, embora mantendo a silhueta “quadrada”, e pormenores emblemáticos, como as luzes dianteiras redondas ou os farolins integrados no pára-choques, na traseira.

No interior, é evidente o esforço na melhoria da qualidade geral, também no capítulo tecnológico. Com o modelo a exibir, por exemplo, o mesmo ecrã táctil que faz parte do sistema de infoentretenimento já conhecido de outros modelos do construtor.

Deixe o seu comentário

Pesquise aqui o seu futuro carro usado

Ensaio ao Mazda3 1.8 Skyactiv-D 116cv Evolve: Direto ao topo
Peugeot 508 2.0 HDi 160cv GT Line: Grande 'espada'